Comunicado do Superior Geral

Ao final da reunião dos Superiores Maiores da Fraternidade São Pio X, realizada na Suíça entre os dias 25 e 28 de junho de 2016, o Superior Geral emitiu o seguinte comunicado:

A finalidade da Fraternidade Sacerdotal São Pio X é principalmente a formação de sacerdotes, condição essencial para a renovação da Igreja e para a restauração da sociedade.
 

  1. Em meio à grande e dolorosa confusão que reina atualmente na Igreja, a proclamação da doutrina católica exige a denúncia dos erros que penetraram em seu interior e que, infelizmente, são encorajados por um grande número de pastores, incluindo o próprio Papa.
     
  2. A Fraternidade São Pio X, no atual estado de grave necessidade, que lhe concede o direito e o dever de proporcionar os auxílios espirituais às almas que recorrem a ela, não busca primariamente um reconhecimento canônico ao qual tem direito por ser uma obra católica. A única coisa que deseja é levar fielmente a luz da Tradição bimilenária, que mostra o único caminho que deve ser seguido nesta época de escuridão na qual o culto do homem substitui o culto a Deus, tanto na sociedade como na Igreja.
     
  3. A “restauração de todas as coisas em Cristo” almejada por São Pio X, seguindo São Paulo (Ef. 1, 10), não poderá ser alcançada sem o apoio de um Papa que favoreça concretamente o retorno à Santa Tradição. Enquanto espera por esse dia abençoado, a Fraternidade São Pio X tem a intenção de redobrar seus esforços para reestabelecer e difundir, com os meios que lhe dá a Divina Providência, o Reinado social de Nosso Senhor Jesus Cristo.
     
  4. A Fraternidade São Pio X reza e faz penitência pelo Papa, para que ele tenha a força para proclamar integramente a fé e a moral, porque desse modo acelerará o triunfo do Coração Imaculado de Maria,  o que sinceramente desejamos que aconteça na medida em que vamos nos aproximando do centenário das aparições em Fátima

Dom Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade São Pio X
Ecône, 29 de junho de 2016
Na festa dos Apóstolos São Pedro e São Paulo